sábado, 18 de junho de 2011

Onde o Rio é mais baiano?

"E assim seguimos nosso caminho, por este mar, de longo, até que, terça-feira das Oitavas de Páscoa, que foram 21 dias de abril, estando da dita Ilha obra de 660 ou 670 léguas, segundo os pilotos diziam, topamos alguns sinais de terra, os quais eram muita quantidade de ervas compridas, a que os mareantes chamam botelho, assim como outras a que dão o nome de rabo-de-asno. E quarta-feira seguinte, pela manhã, topamos aves a que chamam fura-buxos.


Neste dia, a horas de véspera, houvemos vista de terra! Primeiramente dum grande monte, mui alto e redondo; e doutras serras mais baixas ao sul dele; e de terra chã, com grandes arvoredos: ao monte alto o capitão pôs nome - o Monte Pascoal e à terra - a Terra da Vera Cruz. “

(A Carta de Pero Vaz de Caminha - Descobrimento do Brasil)


O ritmo que é a tipificação da cultura brasileira, tem origens diversas, porque na verdade é uma mistura de sons de várias culturas. Chegando ao Brasil, oriundo da África, o “semba” misturou-se com diversos outros ritmos, para tornar-se o que hoje conhecemos como o samba propriamente dito.

É ponto pacífico que o samba como conhecemos nasceu na Bahia, berço da nossa colonização, a primeira estação do Brasil. E foi da Bahia, essa terra cheia de encantos, cheia de ritmo e swing, sem dúvida alguma a terra mais cantada e exaltada por nossos artistas, que vieram “as Ciatas” com destino ao Rio de Janeiro, e aqui, fincaram sua bandeira, e juntando o mais puro tempero baiano com a ginga carioca, ocorreu a explosão musical que ganhou o mundo. E se o Brasil foi descoberto na Bahia, e se a Bahia é o berço do samba, e se da Bahia veio a semente que se espalhou pelo Rio e em seguida, pelo mundo, isso siginfica que foi a Bahia a primeira! E o destino é tão certeiro que o primeiro samba que foi gravado oficialmente, em 1917, chamado “Pelo Telefone”, de Mauro de Almeida e Donga, teve como intérprete alguém que atendia pelo nome de BAHIANO!


"Mas, e onde a Mangueira entra nisso?"

Quem responde é Caetano Veloso, porque, segundo ele, é na Mangueira “Onde o Rio é mais Bahiano”.

"A Bahia,
Estação primeira do Brasil
Ao ver a Mangueira nela inteira se viu,
Exibiu-se sua face verdadeira.
Que alegria
Não ter sido em vão que ela expediu
As Ciatas pra trazerem o samba pra o Rio
(Pois o mito surgiu dessa maneira).
E agora estamos aqui
Do outro lado do espelho
Com o coração na mão
Pensando em Jamelão no Rio Vermelho
Todo ano, todo ano
Na festa de Iemanjá
Presente no dois de fevereiro
Nós aqui e ele lá
Isso é a confirmação de que a Mangueira
É onde o Rio é mais baiano."

Ilustração:

“Samba de Roda no Morro” (Dina Garcia)


*Estação Primeira do Samba recomenda:

http://www.irdeb.ba.gov.br/jornalismo/materias-especiais/media/view/229


Fonte de Pesquisa: http://www.suapesquisa.com/samba/

http://oliveiradimas.blogspot.com/2011/03/atelie-dina-garcia-em-cruz-das-almas.html

38 comentários:

  1. Na África! Lá tbm é onde as mulheres tem o cabelo mais enrroladinho...

    ResponderExcluir
  2. A cultura é incrível *-*
    parabéns pelo blog :D

    http://thaynadamascena.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. fera isso heim
    dizem q o carioca é um baiano
    que queria chegar a porto alegre
    mas parou no começo do caminho com preguiça
    kkkkkkkk
    só zoando msm, mas ótimo texto
    falar mais o q né!?
    continue assim
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Magnífico !
    Gostei do blog. Parabéns

    ResponderExcluir
  5. Nossa, amei esse blog, ele é muito interessante!

    Parabéns pelo blog!!!!

    http://vivaiona.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Nunca havia pensado que o Samba nasceu na Bahia, seu post foi muito esclarecedor. Alias, muito bom como sempre.
    Preciso te contar uma coisa, adoroooooo samba.

    ResponderExcluir
  7. Nossa que bacana, é muito interessante conhecer mais sobre a história do nosso país. O post está de parabéns.

    Ps. Nunca ia imaginar que o samba havia nascido na Bahia.

    Beijos, Misunderstood.

    ResponderExcluir
  8. Isso é o legal do Brasil... Diferentes culturas conseguem ocupar o mesmo espaço!

    ResponderExcluir
  9. Que interessante seu Blog e seu post. Minha bahia linda ♥ amo samba, vou seguir seu blog curti muito aqui !

    beijos
    http://alemdosquinze.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Nunca havia escutado essa música do Caetano.. Muito legal.Acabou, querendo ou não ( mas provavel q sim) dando uma aula da história da cultura brasileira. Amei.
    __

    "HOJE EU ACORDEI PRA BEBER. HOJE EU ACORDEI PRA BIRITAR MÔ DEUS" em

    http://coracaoonline.blogspot.com

    Confiram.

    ResponderExcluir
  11. gosto muito DE MPB mas >< nunca ouvi essa música visse^^ vou procurar ouvir
    A Bahia assim como meu estado Pernambuco tem uma história pra contar ^^
    p.s (A Carta de Pero Vaz de Caminha - Descobrimento do Brasil) é considerada o primeiro texto literário do brasil

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo Blog...
    Também sou um apaixonado por cultura e já nesta primeira visita deu pra ver que seu Blog tem conteúdo, acho muito legal os posts embasados com citações literárias e trechos de canções...
    Continue postando e eu continuarei visitando!
    .
    Deia uma passadinha pelo meu depois:
    .
    http://sublimeirrealidade.blogspot.com/
    .
    Abraços! Estou lhe seguindo!!

    ResponderExcluir
  13. Excelente texto Sandro, é uma ligação intrínseca da Bahia com o Rio, as culturas se parecem, têm a mesma origem. Não é á toa que artistas da Bahia, como Dorival Caymi se radicaram no Rio, devido à semelhança.

    Ótimo texto, parabéns.

    ResponderExcluir
  14. Oi Sandro Batista!
    Sabe eu acho realmente muito interessante essa dualidade japonesa. De um lado vmeos um povo bem preso aos seus costumes, do outro vemos a globalização desse povo. Eles conseguem fazer tudo com harmonia, algo extremamente raro em outros povos.
    Sim, teoricamente essas diferenças não conflitam tanto no Japão. O mais interessante á é que não existe moda própria, cada um cria sua própria moda estética. O cosplay á é tratado de forma tão comum que o pessoal sai vestido na rua como se fosse roupa do dia-á-dia @_@.
    Espero que possamos trocar idéias!

    E sabe, eu acho fenomenal o trabalho que você faz no blog..fiquei conhecendo coisas que nem fazia idéia! Eu não sou fã de Samba mas sei que é algo essencial da cultura brasileira e é muito bom que pessoas como você continue trabalhando para manter esse tipo de cultura sempre á vista de todos!


    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. O Rio é muito democrático pois recebe e aceita as culturas muito mais do que qualquer outro lugar , quanto á música de Caetano , com certeza se assemelha bastante . Parabéns pelos posts de seu blog , que poderia ser de uma mesmice usand a escola como foco , mas não é ...
    http://andyantunes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. MUITO BOM CARA
    A BAHIA É LINDA
    TOU TE SEGUINDO
    AGRADEÇO SEU COMENTÁRIO

    VEJA MEU VIDEO NA BAHIA
    MUSICA BAHIANA PARA ALEGRAR RSRS

    ResponderExcluir
  17. Teu blog tem a cara do Brasil, parabéns, são poucas as coisas cultas e interessantes que encontramos nos blogs da vida...rsss... já estou seguindo, vi que vc comentou lá no meu blog sobre o filme do x-man, mas gostaria mesmo é de sua presença lá ocmo seguidor também. Desde já agradeço e mais uma vez parabéns. abraço!

    http://fofocandoepipocando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. acho muito interessante a forma como sempre coloca a sua paixão pela escola de samba em seus textos ao ponto de compará-la com as mais diversificadas coisas! sucesso sempre!

    http://manuscritoperdido.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Interessante essa essa análise, nunca tinha pensado por esse lado. Caetano é caetano, só ele mesmo para pensar em algo assim, e se a Mangueira é pura alegria e festa, certamente é a Bahia dentro do Rio.

    ResponderExcluir
  20. Mas que blog ótimo!
    Achei seu texto super interessante, gosto muito de samba (principalmente aqueles mais antigos, tipo Demônios da Garoa) É sempre bom ficar sabendo um pouco mais sobre nossa história.

    ResponderExcluir
  21. Com sempre seus posts sao ótimos se bem que como mangueirense sou suspeito de falar ... Bahia tem tudo a ver com mangueira , cultura e raizes africanas sempre presentes ...

    http://fleonandthecity.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Cara, tenho aulas de história aqui. Como músico de raízes do samba e bossa, adoro teu blog!

    ResponderExcluir
  24. obg pela visita...bem bacana seu blog
    http://elizangelalopes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. O Brasil é bem isso aí, uma grande mistura de culturas, uma bela bagunça, talvez não tão bela assim, mas uma bagunça ;)

    =D

    ResponderExcluir
  26. Muito rico o post, parabéns, leitura de qualidade.

    abçs

    http://umpoucodesoma.blogspot.com/2011/06/um-pouco-de-nostalgia.html

    ResponderExcluir
  27. Hahaha, gostei da tese! Mas o Brasil é assim mesmo: tem São Paulo nordestino, tem Rio paulistano, tem Salvador carioca, tem Porto Alegre alemão, tem São Luís holandês... Não é uma delícia esse nosso "frango com tudo dentro"? ;-) Pra mim, a Mangueiríssima é dos lugares onde o Rio é simplesmente mais... carioca. :-) Beijos, sucesso e muitas verde-rosices campeãs!!!!!

    ResponderExcluir
  28. Conhecimento adquirido. Agora, essa foi nova, considerava que o samba tinha sido criado no Rio, não imaginava que tinha sido na Bahia.
    Muito bom o post, as pessoas devem conhecer isto.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. SOMOS TODOS JUNTOS UMA MISCIGENAÇÃO E NÃO PODEMOS FUGIR DA NOSSA ETNIA. ÍNDIOS,BRANCOS, NEGROS E MESTIÇOS: NADA HÁ DE ERRADO EM SEUS PRINCÍPIOS. O SEU E O MEU SÃO IGUAIS, CORRE NAS VEIAS SEM PARAR...

    Tem postagem nova no blog.Olha lá:
    http://ozeladorfiel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. A pena de caminha já anunciava a miscigenação riquíssima que é a nossa cultura. Viva a nossa diversidade! Somos únicos nesse quesito! Mas nem Terra de Vera Cruz, nem Santa Cruz, o meu negócio é a Estação Primeira!! rsrs... Belíssimo texto a serviço da memória nacional. Você prestou um grande favor aos documentos históricos! Abração!

    ResponderExcluir
  32. Retribuindo a visita...
    Obrigada pelo comentário...você que nem imagina o quanto os seus comentários me fazem bem!!!
    bjos e mais uma vez o brigada pelo carinho...to quase virando mangueirense!!! kkkk

    ResponderExcluir
  33. vc mudou a cara do blog e ta muito bonito velho !

    Quanto a postagem oque dizer, que esse lugar aqui é o tcc do samba, com especiaização em mangueira !

    e achei denmais o lance com as fotos, ta de parabens pelo design...perfeito !

    ResponderExcluir
  34. é, cara, realmente vc fez uma reflexão profunda, a bahia é mesmo um "berço" de tudo que há no Brasil, nada na vida é coincidência, talvez por isso foi a primeira terra a ser avistada.


    \tô aki retribuindo comentário, mto obrigada, pessoas como vc, são a essência para a existência do meu blog


    [b]quer ganhar um seguidor?
    me segue, que eu te sigo!
    http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. viva a bahia minha terra e de todos os santos =)

    ResponderExcluir
  36. "Bahia torrão onde impera o amor
    Bahia cidade de são salvador
    Bahia de mil tradições
    Dos santos até seus rincões
    "

    Verso de um mito incontestavel do samba, um dos maiores que eu ja tive a oportunidade de ouvir... Mário Sousa Marques Filho... o popular "Noite Ilustrada"...

    abraços
    .
    www.ouvindoparalamas.blogspot.com
    .

    ResponderExcluir